© HG
Poesias
PÁSSARO TRISTONHO (Margareth Berlim – 27.06.1979)   Sou um pássaro tristonho Que levo a vida a vagar... Perderam-se todos meus sonhos Já não sei onde pousar...   Percorro as encostas, Sobrevôo sobre o mar, Na ânsia constante De um mundo novo encontrar...   Sobrevoando às cidades, Um grito vou contendo, Por ver tanta gente correndo Sem saber onde chegar...   A vida passa correndo. Não vou a nada me agarrar... Só a Deus à mão estendo, Pedindo forças para caminhar...